A Derradeira – Poema antigo

Esse é um poema que escrevi há muito tempo, datado de 09/11/2003, denominado “A Derradeira”. Nunca trabalhei muito nele mas espero que gostem.
__________

Palavra solta,
Vagava pelo ar
Desejando ser descoberta.

Sentia-se só,
Queria ser escrita, difundida.
Esperança sem fim.

Ao menos, pensava,
Poderia ser falada.
Triste esperança.

Palavra de poder que,
sem poder ser usada,
Tentou suicídio.

Não conseguiu.

A Esperança permanece
E a vida continua!

Anúncios
Explore posts in the same categories: Contos, Vida de escritor

Tags:

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

6 Comentários em “A Derradeira – Poema antigo”


  1. Lindoo Amor..

    agora q eu li.. lembrei dele!

    😀

  2. Mariana Says:

    Olá Thiago, aqui é a Mariana, do escreva seu livro.
    Li seu poema, parabéns!
    Espero ter oportunidades de ler outros trabalhos seus
    (:


  3. Nossa! Tadinha dessa palavra… Espero que ela termine alcançando o seu objetivo.

    <<

  4. Mah Says:

    Lindo o poema! Adorei seu blog !Parabéns!!!

  5. Hermann Says:

    Gostei muito do poema!!!Tô curtindo muito seu blog, parabéns!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: